segunda-feira, 26 de maio de 2014

"NÃO OLHE PRA FORA..."




Por não ter o teu olhar,
na sombra dos meus passos,
ando voando baixo,
em voo de reconhecimento
da minha insignificância.

Me joguei num abismo profundo,
soltei-me na corrente de vento,
pra disfarçar meus murmúrios,
gemidos e lamentos.

Depois de tanta turbulência,
talvez seja hora de pousar
mais perto dentro de mim,
semear minha semente...

Fincar o pé na terra,enraizar,
deixar enfim brotar a flor,
viçosa e perene,
a essência do que eu for.

Quem sabe assim ela se encante,
olha-me com toda sua vaidade,
do canteiro dês-plante a flor nativa,
toma-me como adorno em suas madeixas.

Assim despertará a primavera,
os campos serão oásis,
os olhos verão a vida com outra cor,
se cumprirá a sentença "sufi andarilho".

O que procuras cá fora,
só encontrarás dentro de ti.

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário