"INDUZIDO AO VOO"


No vazio da alma escura,
ante ao aparente abismar,
resiliente asas e voo imaginários.

Alçam pra fora tentando fuga do que machuca,
das maculas do tempo,
num sublime flutuar pro dia,
da alma pra poesia.



Reginaldo 3052014

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tributo a meu berço

"Flor Bebê"

Obra inacabada