sábado, 31 de maio de 2014

"COMEÇAR DE NOVO"



Todo aquele que necessita de buscar algo pra longe de si,
comete o engodo de esquecer-se.
Talvez o espelho seja de fato o portal da alma,
ao depararmos de frente com,
olharmos de que forma sutil e avassaladora como tempo nos acomete,
olhamos com desdém as marcas,
a casca,
pois esta não é de fato nossa essência,
a superficialidade não nos revela a profundeza 
e a incrível capacidade de renascimento que é dado a cada semente.
Analisando a ação do tempo sobre um caroço de abacate,
percebi o quão belo é o sentido da vida,
a depuração que se faz na passagem,
todo viço e lisura vai se esvaindo até o aparente final,
quando um fio,fino,frágil se rompe 
e desprende num ciclo novo essencialmente vivo,
renasce o que virá ser grande 
e produtiva 
e frondosa arvore.
Percebi ai o encanto que pode ter a morte,
o sentido de tudo está no que não se vê,
esse não sofre a ação do tempo,
é o próprio tempo agindo pra eternizar.

Reginaldo

Para Valéria Pinheiro Montenegro

Nenhum comentário:

Postar um comentário