segunda-feira, 30 de setembro de 2013

"TOCANDO"

...Desliso meu olhar,
nas curvas do teu corpo,
escorrego minhas mãos,
tontas em toda direção.

Sinto o vento que sopra,
a melodiosa canção,
a brisa que abrasa,
ardência desta paixão.

Acalmo,
contemplo,
o amor atemporal,
sem mensuras,
censuras, 
sem igual.

mergulho,
me entrego,
me perco nos caminhos
que me faz percorrer.

Vou tocando -a,
como um instrumento de sopro
Na busca da música
perfeita.

Assim posso até morrer,
ao som de sussurros,
ao som do prazer.

Eu amo amar você!



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário