quinta-feira, 12 de setembro de 2013

"LIVRE SOMOS,QUANDO LIVRE ESTAMOS"



Não resolverei as dores do mundo,
se la no fundo,
não sanar os meus conflitos.

Vou parar de hipocrisia,
parar com a nostalgia,
de achar tudo normal.

Essas coisas que me atrita,
machuca ,sai faísca...
Que encandeia meu entender.

"Livre somos,quando livre estamos"

Com meu eu serenizado,
ai sim posso anarquizar.

Assim sendo vou a luta!

"Se essa vida não parar comigo,
uma hora eu paro com essa vida"

Não me vai adiantar,somar com problemas alheio,
se aqui dentro é uma batalha a cada fechar de olhos.

(Baseado num dialogo com a poeta amiga Silvana Mendes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário