sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Humano

                                 Humano

Meu maior desejo
de ontem
é hoje ter seu beijo.

Pra que?

Não sei!

Mero capricho, 
vontade, carência,
loucura, demência
qualquer coisa...

Sei lá.

Tão longe  ao alcance das mãos,
muralha intransponível,
névoa fina e dissipante,
momento...

Instante.

Esse morrer diário,
sera meu relicário,
sagrado ,insano,
fatal ...

Humano.




                                                                                              Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário