domingo, 8 de setembro de 2013

"O QUE NÃO CABE EM MIM,VIRA LAGRIMA E FOGE"



Hoje senti cair 
uma lagrima que me veio,
assim despretensiosa e de surpresa.
Não era de tristeza!

Acho que era minha alma,
que já não cabia em mim.
Queria sai,
queria vagar,
então transbordou 
até a altura dos olhos,
libertou-se numa gota teimosa,
escorreu pelo rosto,
rumou para terra.

Virou semente fecunda,
eclodiu em brotamentos,
verde como as serras 
que me circundam,
úmido como o ar de minas,
depois da garoa fina.

Então percebi claramente,
ficou pra mim evidente,
não posso aprisionar
os meus sonhos
nem a alma,
nem os demônios,
não são meus...

São meus "EUS"
que não cabem
em mim.

Então sendo assim ...

Sigo lacrimejando, 
Nunca chorando,
vertendo em fonte pulsante,
Brotando a cada gota 
que me escapa,
voando em nevoa dissipante
levando pra longe
o "eu"que me foge.

Reginaldo

(IMAGEM COLETADA DO GOOGLE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário