segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

"XEQUE MATE EM QUATRO PASSOS"


DO ALTO DA TORRE DO PALÁCIO REAL,
OS SENTINELAS AVISTAM NO FUNDO DO VALE
UMA BATALHA SANGRENTA.
SOAM AS TROMBETAS DE ALERTA
OS CAVALEIROS DO REI,
QUE NÃO FOGEM DA LUTA,
SE VESTEM DE BRAVURA
E SEGUEM NA ROTA DO ENFRENTAMENTO,
PARA DEFENDER SUA RAINHA!
QUE DE ESPADA EM PUNHO,
SE MOSTRA VALENTE E GUERREIRA,
MAS É LEVADA PELOS BISPOS
A SEGURANÇA DA ABADIA DA VILA,
ONDE SE CERCA DE FÉ E PROTEÇÃO,
ENQUANTO AS FORÇAS SE PEGAM LÁ FORA.
MAS NO TABULEIRO DOS CAMPOS,
SEMPRE VERDES E FLORIDOS,
HÁ VERMELHO DEMAIS ESPALHADO NO VERGEL,
E NÃO SÃO AS ROSAS DA RAINHA,
HA UM RIO DE SANGUE COLOCANDO EM XEQUE
A PAZ DO REINO.
O FANTASMA DA MORTE QUEBRA O SOSSEGO,
OS ESCRIBAS SÃO MORTOS
E NADA PODE SER DITO,
NEM ESCRITO OU DESENHADO.
ENFIM,INVADEM O CASTELO
E EM NOME DE DEUS A BARBÁRIE É CRUEL,
SÃO CORPOS ESTATELADOS PELOS CORREDORES,
HA SANGUE POR TODO LADO,
A VIDA TENTA SE ESCONDER,
DE MAIS UM XEQUE-MATE.
A CRUZADA AGORA,
É PARA RESTABELECER LIMITES,
DE LIBERDADE,DE TOLERÂNCIA,DE RESPEITO...
PORQUE OS SENTINELAS,NADA PODEM FAZER,
OLHANDO INCÓLUME A BATALHA DO ALTO DA TORRE,
EM PLENA IDADE MEDIA NOS IDOS DO SECULO XXI!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário