sexta-feira, 28 de março de 2014

"SUB-MISSÃO"

As mulheres,
belas,
feras,
uma oração sagrada,
uma profana prece.

O Coração apetece,
desobedece e teimoso,
ama e padece,
quem não merece,
depois enlouquece
e se esquece,
ao primeiro olhar dela,
de novo se aquece.

Enternecido desejo,
ao toque de um beijo
acende o lume.

Inquieto se apequena,
se espreme e comprime
no peito,ai não tem jeito...
Se condena!

Sua sentença,
é quase pena de morte,
consequência por amar sem medida,
sob os caprichos da sorte.

Mas segue ao cadafalso,
desnudo,descalço,
resignado e mudo.

Não vai fugir,nem correr do destino,
desatino feminino é o teu sofrer,
mas se for pelo amor dela,
aceita até morrer.



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário