sábado, 8 de março de 2014

"POR AMOR"



Para chegar até você,
voltei a semente,
polinizei.

Me joguei na corrente,
que forma cascatas,
arrastei.

Me aventurei nas matas virgens,
refugio das borboletas,
desbravei.

Caminhos nunca dantes percorridos,
pisados,tocados,sentidos...
Trafeguei.

Abismo abriu frente aos olhos,,
fechei-os...
Pulei.

Espalhei-me ventoso nas asas 
e nas ventas do que te sustenta o voo...
Flutuei.

Em você encontrei
o amor .
Repousei!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário