quinta-feira, 27 de março de 2014

"ADÉLIA PRADO E PONTO"


Adélia Prado por si só já é poesia. 
Quando a ouço falar,
tenho certeza que nada sei
e do que quero pra mim.
Tua simplicidade comove,
tua clareza obscurece qualquer vaidade vã.
Teu carisma é um talismã,
ante a precariedade que somos,imperfeitos,
ela nos dá sentido com poesias belas,
mesmo vendo pedra em pedras,
mesmo deserto ela aflora,
mesmo no inverno brota,teimosa.
Adélia é uma dália exuberante,
que adorna os Prados da rotina. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário