sexta-feira, 11 de julho de 2014

"ROTA DE FUGA"



Ao pular para o abismo,
aberto na lacuna da alma!

Soube-me voo,
num céu refletido no mar.

Radical mergulho entre as estrelas,
pois já se percebera ...

Cansado de chão!

                                                                            Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bilhete de Ida

Quando o relógio para, A vida não ousa passos sem tempo. O vento sopra a vela que alumia A escuridão das veredas Adentro...