segunda-feira, 9 de junho de 2014

"MAREJAR"


Viva os nascedouros,
os mananciais 
e as minas que se veem 
fontes aos olhos do poeta.

Viva nós e a poesia 
e todos que se molham
nestas águas vivas.

Límpidas sem qualquer macula
isenta de qualquer impureza,
viva tudo que virá ser vida .

Que seja servida
a verdade insipida 
vivida de forma cristalina 
como todo "MAREJAR".

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário