quinta-feira, 19 de junho de 2014

"FARDO PESADO"



Coração cansado de amar,
olhos cansados de chorar,
braços cansados de abraçar o vento,
boca cansada de falar em silencio,
pernas cansadas de correr atrás,
corpo cansado de se dispor pra nada.

Chega,
basta,
não aguenta mais,
quer agora descansar em paz,
seguir leve como pluma
nas nuvens que circundam teu céu.

Quebrou as correntes pesadas,
rompeu com a indiferença,
bateu asas e voou...

Livre ,
leve 
com toda vitalidade de um primeiro passo
primeiro voo,
primeiro olhar.

Contornou o horizonte,
aquele que sempre o chamara
pra além de suas linhas.

O vento impulsiona,
a visão impressiona,
todo novo é restaurador
todo recomeçar é viver,
é aliviador!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário