terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

"REENCONTRO"



Entre o verde imaturo,
maduro olhar azul,
escorre lagrima pura.


Deixo me levar nessas águas,
verto em espantos,
que se vão saudade.

Vão da idade,
buraco no tempo.
Felicidade.

Manancial dos meus olhos,
virou rios em corredeiras,
cascatas,cachoeiras.

Vai no ritmo do vento,
descendo do voo que alça,
música,vida,valsa.

Espera pelo encontro,
precipita em fumaça,
o delta,o mar azul...

A imensidão o abraça!



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário