quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

"ANSEIO"





Quero um tempo de paz,
brisa aos vendavais,
bonança aos temporais,
flores no outono,
a beleza dos madrigais,
o viço dos campos,
a relva dos matinais.

Pisar na terra molhada,
com lagrimas da noite triste,
por saber-se escuridão,
ao constatar que a luz existe!

Quero uma viajem pra além deste lugar,
deixar imaginação vagar,
sair daqui destas serras verdes,
descer ao nível do mar.

Beber água na fonte,
bem ao cair da tarde,
onde o sol se esconde,
depois do horizonte.

Então,abraçar uns amigos,
que os olhos nunca viram,
mas no coração a certeza,
eles sempre existiram!

Enfim dormir em paz.

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário