domingo, 2 de fevereiro de 2014

"O ABRAÇO"

Tudo passa,
tudo cessa,
tudo tem seu valor,
seu fim ,seu pôr.

tudo está sem cor,
sem amor,
tudo é sofrimento e dor.

Tudo que resta uma esperança,
uma ultima dança,
soltar os cabelos,as tranças,
esquecer qualquer herança.

Tudo que se quer é ir,
atravessar a ponte,
ver além daqui.

Já esta a saudade na retina,
tudo cheira partida,
separação,despedida.

Um olhar perdido de contemplação,
corre todo o entorno,
enquanto ainda luta um coração.

De repente uma luz,
abri-se a escuridão,
alívio e sensação.

Um acalento ,um mormaço,
um bem estar invade o vazio,
sinto apertado um abraço.

Aquele encontro esperado,
que amedrontava o menino,
chegou e levou toda dor,
neste abraço destino.

Porque tudo passa,
tudo cessa,
seja o tempo que for,
ou que ha de vir,
se for hora de ir...

Vai!   


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário