segunda-feira, 29 de junho de 2015

"Precipitar"


As palavras despencam,
descem abaixo dos pés...Buraco!

As vezes é assim,
sem sentido se escondem,
buscando luz na escuridão...Em vão!

Sem o aval dos olhos,
elas,as palavras,
são meros sopros mudos...

Ecos de silêncio profundo!


Jose Regi Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário