quarta-feira, 17 de junho de 2015

"AINDA É CEDO..."



Veio o tempo lhe trazer chuva,
lhe ofertar alivio,
molhar-lhe a secura,
re-alizar as rugas.

Para leva-lo lúcido ao fim!
Mal sabia ele(o tempo),
que assim fazendo,
reviçava-o,
desobstruía a seiva...

Re-nato!
Refolhava a copa,
possibilitava o florir,
o esparramar no vento
a semente...

Mal sabia (o tempo),
cheio de finitude,
que sua atitude,
o renasceria para eternizar...

Tronco,
Arraigado nos caprichos,
de fungos e parasitas,
onde as epífitas,
exuberam beleza...

Mal sabia(O Tempo)...
Seu maior aliado!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário