terça-feira, 12 de maio de 2015

"TUDO VALE Á PENA..."



Mesmo quando tudo se tornar escuro,
mesmo que o silêncio seja doído,
mesmo que o sangue ferva com toda frieza,
ainda assim terá valido...A pena!

A pena foi não ser correspondido,
a sentença é a desolação,
por amar feito cego,
não toquei seu coração!

agora preso do limbo da solidão,
a léguas do seu calor,
sou um tanto de mais nada,
daquele tudo do amor...Pena!

assumo Mea-culpa,
isento e absolvo você,
tenho minha dor de cabeça e só...

Todo resto fiz por merecer!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário