terça-feira, 12 de maio de 2015

"DISSIPAÇÃO"



Ando meio nuvem,
ao sabor do vento,
não alardeio meus desassossegos,
mas ...Há dor,aqui dentro!

O tempo é o motivo,
eu cativo dos passos
liberto na estrada,
com asas de chão!

Minha alma já não voa,
com a leveza das nuvens que sou,
dissipa,separa,segrega...

Mas se junta no por do sol,
lá no longinco horizonte...é o vento amigo,
querendo ver meu choro,minha chuva,
meu lavar a alma!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário