segunda-feira, 25 de maio de 2015

"DESEJOS DE UMA SAUDADE"



Quis o céu e sua amplidão,
o mar com suas profundesas,
a noite e suas estrelas,
quis a intensidade sutil do pôr do sol.

Quis ainda a grandeza dos gestos doces,
a criança oculta no olhar cansado do ancião,
quis o amanha ontem,pela pressa do tempo,
a brisa suave da vida...O vento!

Quis ser vale sombrio banhado de Lua,
a tatuagem na pele tua...Nua,
o sonho sem pausa,o rebelde
sem rumo,sem rota,sem causa!

Quis o voo,o vão,a fresta,a fenda,
o pouso no caminhar solitário,
quis o mundo e seus fundos,
a superficialidade do ter.

Quis ardentemente a eternidade,
por pensar ter encontrado a felicidade
e seuS momentos rampantes fugazes,
percebi meu engano...

Quis chorar,sorrir,silenciar-me!
quis o grito preso solto.
o salto sobre o abismo,
quis voar...abssolto.

Só não desejei querer o fim,
mas ele veio até mim,
então quis ainda que finde...

A maturidade,a velhice,a saudade,
o som da felicidade nitido e cristalino,
embora marcado de tempo,
desejei eternizar o menino!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário