segunda-feira, 25 de maio de 2015

"IN-VERTENDO"

O céu é seu sonho,
o voo é vão de voar,
o pó em pé de vento,
é poemar!

O Poeta é mais
(s)eta do que pó,
seu verso é avesso,
é laços e nó!

...Tessituras de minucias,
de olhares ínfimos,
dos teus olhos brotam coisas
do profundo do seu intimo!

Tem pássaros nos olhos,
um vendaval nas mãos,
semeias por entre fendas
as sobras de um coração...

Num inexorável desejo
de florir desertos,
faz o longe bem perto,
do chão bruto...Seus versos!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário