segunda-feira, 25 de maio de 2015

"DESBRAVADOR"



Meus olhos se fecharam,
abracei a escuridão,
empurrei a porta dos sonhos semi-aberta
e inconsciente viajei...

Para um paraíso ermo,inóspito,
mas era lindo,tudo muito harmônico,
florido,regado por riachos cristalinos,
com prados verdes,vento brisa...um sonho!

Eu ali ,desbravador primeiro,
tentando impor minha bandeira,
tomar posse,cercar,
com meu egoismo.

Uma visão rompe minha saga,
uma forma crua,bela,nua,
feminina e atraente,
se poe em minha frente.

Me entreguei aos Teus encantos,
hipnotizado ,sem reação,
cedi aos teus apelos,
enfeitiçado de emoção.

Deslizei por suas curvas,
nos teus confins,derrapei,
embrenhei-me em tuas sendas,
afim de apossar-me dos teus desejos.

Era uma terra banhada de sol,
morada de Lua,de noites estreladas,
com um céu de voar sereno,
era única.

Seus cabelos em cascatas,
despencavam o brilho negro da noite,
teu cheiro era virgem,mata inexplorada,
Era o próprio sonho.

Demos as mãos saciados,
seguimos pelos prados,
até a ruína de pedra,
a porta semi-aberta empurrei...

Que pena ...Acordei!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário