terça-feira, 5 de novembro de 2013

"UM DIA TALVEZ...VOAREI"




A noite caiu serena,
suave como um cair de pena...
É pena que a morena 
se fez saudade e voou!

Voou pra longe destas contendas,
cavou um vazio no peito,
encheu desgosto profundo
e foi,não teve jeito!

A Solidão agora é parceira,
da rotina se fez companheira,
já chorei,tentando alivio,
mais a dor sorrateira... É Doída!

Covardia do tempo,
me fazendo assim sofrer,
refém da saudade,
da aflição e infelicidade.

Deu asas ao meu bem querer,
que só eu queria bem.
Espero um dia quem sabe,
de carona no vento,voar também!

Pousar em algum jardim,
com flores sortidas de matizes diversas,
encontrar entre as borboletas,
a ninfa do meu penar.

A morena que ganhou asas e voou...

Só pra eu procurar!!!

Reginaldo 05/11/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário