quinta-feira, 28 de novembro de 2013

"SONHO AOS PESADELOS"







O Poeta é aquele semeador insistente,

que vai lançando sementes até nos solos
mais rudes,
inférteis,
desérticos...

Esperando a chuva,
o brotar,
o nascer,
esperando...

Tentando reverter a realidade,
colher flores em pedra,
beber água de fonte extinta...
O poeta é um semeador de sonhos,
de delírios,
de anseios...

Um agricultor de ilusões.



Reginaldo 28/11/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário