quinta-feira, 14 de novembro de 2013

"TEMPO MOVEDIÇO"



Os dias vão se petrificando,
abismos e olhares se fundem,
vai-se andando sobre areias,
que a ampulheta desvela.

Tempo,esse apressado
com hora marcada,pra nada,
fossiliza meu viver,mortaliza
desejos meus,desperta-me!

Sopro ,vento envolto,
eu no relento solto,
história que ninguém contou,
ânsia por acontecer.

Passei pela crivo das eras,
não amoleci,embrutecido fiquei,
espero nascer de novo,
nas mãos de um novo tempo.

Rota redefinida,horas fartas,
renascido,assim menino,
ter tempo pra ser ainda 
um pouco mais "Eu"

Reginaldo

Um comentário:

  1. O poema que estava pronto, à espera do Desafio...Acho que no fundo eles dormem em nós e os acordamos com o sentir!

    Beijos e parabéns.

    ResponderExcluir