segunda-feira, 28 de outubro de 2013

"FONTE SECA"




QUANDO MEU CHORO,
NÃO CAIR MAIS SOBRE A TERRA,
HA DE SABER QUE A TERRA JÁ
SE FEZ SOBRE MIM.

SERÁ O FIM?

NÃO SEI DIZER...

MUITOS PARTIRAM,
NO VÃO DE UM INSTANTE,
DEIXANDO O PEITO CHEIO DE VAZIO.

A VIDA FARTA,
DE REPENTE FALTA,
QUANDO ENCONTRAMOS
A DAMA DAS SOMBRAS.

NUM ESTALO,
CEIFA-NOS O TALO,
DE ONDE PROVEM A FONTE,
QUE JORRA LAGRIMAS.

AGORA SOMOS POEIRA SECA
A POVOAR A SAUDADE DE ALGUNS...

QUE CHORAM LAGRIMAS,
QUE MOLHAM A TERRA!


Reginaldo   28/10/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário