sexta-feira, 11 de outubro de 2013

"CONVERSA DESCONEXA COM MEU REFLEXO"


"CONVERSA DESCONEXA COM MEU REFLEXO"

Alguém certa vez,
tentou me mostrar a verdade.
Duvidei! 
Questionei!  
Seria a verdade uma mentira bem contada?
Não existe resposta pronta,
nem certeza absoluta.
Tudo é o que é,
completamente imperfeito!
E o pior é que gostamos assim,
do imaturo,
do incompleto,
da falta,
do vir a ser!
Afinal o que alimenta mesmo a esperança?
Não é do que pode acontecer depois?
Deliro com o não sei,
e das portas que se abrem
 expondo nossa interioridade.
Gosto de sentir a felicidade
da lagrima solitária,
que escapa ante a satisfação!
Tomei gosto pelo pouco que me basta,
desgosto pelo anseio que sufoca.
Gosto mesmo é da rotina,
da repetição diária,
da vida imutável!
Tudo igual ,
todo dia,
e ainda assim,
não aprendo viver!
Mais vou tentando!
tentando...



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário