segunda-feira, 7 de outubro de 2013

"DISFARCE PRA ENGANAR O TEMPO"





O que vê,não é o que sou!
Isso foi o tempo que fez,
que me transformou.

Essa aquarela triste,
foi o tempo que pintou.

Esse velho olhar cansado,
os passos descompassados,
o corpo arqueado,
o semblante carregado,
as rugas e o cabelo branco...
É obra do tempo!

Não revela-me!


Se encarar-me nos olhos,
desvendarás o segredo.

Essa carcaça é disfarce,
pra enganar o tempo,
é casulo de um menino,
curioso e cheio de vida,
Que o tempo não encontrou!

Esse menino memória,
ainda gosta de história,
e vai demorar pra dormir!

Reginaldo

Um comentário:

  1. É muito bom acompanhar o teu amadurecimento poético e ler pérolas como esta!

    Beijos,

    ResponderExcluir