terça-feira, 9 de dezembro de 2014

"NADA A TEMER SE..."


As horas afugentam a calma,
o barulho dos raios do sol,
quebram o silencio e
invadem o vitral dos olhos.

Ha cores...

Já é dia e a noite se foi,
a vida respira o amanhecer,
se inspira nos pássaros cantantes,
transpira voos e vazios.

No vão...

Passou pelas veredas dos sonhos,
entre sustos ,anjos e demônios do sono,
desperta refeito de defesas,
caminha as claras,longe da escuridão.

Ha luz...

Trilha por entre as flores,
no tato,no cheiro
e no palato,o gosto da vida,
sem amargor...Doçura!

Ha luta...

Desconstrói o ranço do tempo,
enche-se de leveza,
levita a cada passo,
pois ainda tem ar no teu peito.

Persevera...

Caminha sob as bençãos de Cronos,
sabe-se finito e fugaz,
mas abraça o engodo,
acredita na eternidade do momento!

Feliz...

Vive e ponto!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário