sexta-feira, 8 de agosto de 2014

"SORRINDO"

A mais bela,
dentre as belas da praça,
com graça desfila seu viço.

Ali ainda existe,
ruínas de uma infância,
um menino que ainda
corre por entre os jardins.

Saudade plantada 
entre as oliveiras centenárias,
testemunhas daquele tempo.

O tempo fez do menino,homem,
e aquele pequeno arbusto,
encheu com beleza e altivez.

Aquela plantinha,
cresceu ligeira...

Hoje tem cheiro de saudade,
cor de infância e floresce
sozinha no inverno.
 
Linda cerejeira!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário