domingo, 17 de agosto de 2014

"ENGODO"


Engodo


E quando for só um vazio
Uma lacuna no peito
Uma vaga lembrança em sua retina,
Terei adiado o desejo?

Serei pra você só memória
Só mais uma historia
Que virou saudade?
Só?
Nada mais?

Que pena...

Entendi tudo errado,
Não deveria ser tolo
Como esta merda de sentimento,
Que mistura doce com amargor,
Transforma eterno e fulgor,
Frio em calor...

Desculpa...

Eu pensei que fosse amor!




 Jose Regi

Nenhum comentário:

Postar um comentário