segunda-feira, 14 de abril de 2014

"MINHA DOR,MEU AMOR"

Andei pelo campo dos sonhos,
subjugado a dor,ao sofrer,
afim de obter isenção dos pecados.

Não adianta noite escura,
ou  tortura da alma,
se tudo é repetição.

Retórica ,rotina,
amar sem medida
destino,sina.

Cai a noite,cai todo meu penar,
no chão que pisas, lá estou,
segurando teus passos.

Pecado,fardo pesado,
calando no intimo,
eu condenando.

Mas que fazer,
aqui no peito,o defeito,
é o perfeito amor por você.


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário