terça-feira, 15 de abril de 2014

"LUA DE SANGUE"




Ontem ela se tornou mulher,
mudou de fase,maturou,
sob as bençãos do tempo ,
deixou de ser menina,menstruou.

Ganhou outro charme,
com adornos de quentura,
curvas sedutoras,
ingenua candura.

Evidencia o encanto,
os olhos e tantos espantos,
toda maquiada de vermelho,
se fez diva no palco da noite.

Varias faces tens,
nova,cheia,minguante,
oculta,aparente,escura,clara,
inspiração dos amantes.

Imutável Lua,
disfarça suas fases,
em face ao humor do tempo,
que tenta esconde-la.

Mas seu brilho é mais forte,
sua aura encandece,
seu charme entorpece,
sempre aparece.

Eterna menina moça,
sempre admirada,
depois da Lua De Sangue,
agora mulher Amada.


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário