sábado, 3 de outubro de 2015

=IN-VERSO=




Acompanha-me algumas agonias,
que disfarço à luz do dia
com meu sorriso amarelo!

Cismo coragem e euforia,
amigo intimo das palavras
me visto de poesia.

Meu medo é do silêncio
não se render aos ecos,
e não juntar os meus cacos!

Que fragmento em doses ínfimas,
sirvo com muita cautela
o que transborda no intimo.

Apesar dos pesares,
estou solto nos ares
qual voo de passarinho.

Pouso nos olhos daqueles
que me oferecem guarida,
e sabem ler sutilezas.

Conseguem ver a beleza
apesar da tristeza contida
no meu sorriso amarelo!

...de todo resto que me acarreta,
dissimulo e não exalto,
é assim com os Poetas!

Jose Regí

Nenhum comentário:

Postar um comentário