sábado, 3 de outubro de 2015

=Á CALHAR=



....não se fecham as portas,
quando não as batemos ao sair,
entre-abertas acolhem tudo,
até mesmo esperanças
e novas oportunidades.
Haverá sempre uma
fenda para novos sonhos...
Sempre!
Basta que não durmas
fora do eixo!

Jose Regí Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário