quarta-feira, 5 de agosto de 2015

"DEUS ESTÁ DE SACO CHEIO"



Criaram calendários,
fragmentaram o tempo,
deram pressa
e prazo aos instantes,
validade de espaço,
na indefinição do segundo adiante.

criaram coisas inúteis,
fúteis e fugazes,
inventaram o trabalho,
deixaram de ser coletores,
dividiram-se em classes,
segregaram a raça,
inventaram a infelicidade.

agora choram
o choro perdido no vento,
deitado sobre seu invento,
destruíram a liberdade,
a felicidade pura,ingenua,
querem ser livres
presos as suas próprias amarras.

Impossível mudar o mundo,
fazendo repetidamente as mesmas coisas,
ha que se mudar de dentro pra fora,
ai essa hecatombe pode nascer de novo,
sob o nome de homem...

Jose Regi Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário