quinta-feira, 16 de abril de 2015

TALVEZ AMANHA,TALVEZ!




Uma anciã,
ansiava pelo amanha,
dos idos de seu passado!!

Sentada a margem da partida,
ainda via distorcido
um resto de pôr do sol.

Havia ainda quente,
no paladar do café
sobre a língua,
um naco de vida!

No brilho do olhar
que voava pra distante de agora...

Uma recém nascida,
busca a chave do portal
entre suas quinquilharias!!!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário