quarta-feira, 8 de abril de 2015

"Reflexão"



Folhas secas que já viveram,
para o vento e o para o verde da vida...
Um dia param!

Pedras que já foram poeira e voo
para o vento e para o céu...
Um dia param pesadas do fardo!

Grama macia,que já sustentou
os passos incertos
e os ataques do vento...

Agora é repouso de folhas,passos e pedras!
É chão de braços abertos
a esperar o meu corpo...
Pó!

Enquanto alma vagueia a procura do vento,
com olhar de observar,abster e absorver...

Vive o verde viço da vida,
com primazia desigual...
Antes do pouso final!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário