quarta-feira, 8 de abril de 2015

"ALÉM DOS OLHOS E DA ESCURIDÃO"



Ontem,
Eu viajei pra dento da noite,
embarcado num trem lento e com vidraças
translúcidas,que me permitiam a visão do externo!

Panorâmica viagem em meio a escuridão,
Eu,nada, olhando coisa nenhuma,
só o breu que se fazia!

A Luz havia esvaído dos olhos,
completa cegueira se instalou,
até que o trem parou!

Abriu a portilha,puxou a cortina
e doeu a vista que se luzia,
pela vastidão do éden!

Fui adaptando,ficando bom de ver,
pra onde a escuridão havia me levado,
tudo era paz e sossego.

Havia ali harmonia e reencontro,
amigos que não via a tempos,
de braços abertos e sorriso no rosto.

Eu quisera ficar ali,
mas o trem apitou
antes da hora marcada...

Me pus em viagem de volta,
sem entender o recado,
ainda por viver meus percalços.

Defrontar os meus demônios,
fragmentar meus pesadelos
para obter a Paz dos sonhos!

A viagem acabou com o raio de sol lambido,
expulsando a escuridão da noite,
num amanhecer colorido...

Meu Éden ainda é aqui,
tomei meu café e parti
pra claridade insana do mundo!

Loucos são os sonhos e seus absurdos!!!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário