quarta-feira, 8 de abril de 2015

"CAMUFLAGEM"



Teus olhos buscam o céu,
num plano de voo camicaze,
em meio a fumaça ofuscante
de um destino errante.

Seu voo é chão,
é terra,
é volta ao pó!

A Alma armada de asas,
tenta a fuga,
em vão!

Ainda é peso morto...Vivo,
cárcere da sútil indiferença,
martir da menor idade...

Casulo que não vingou,
crisálida que não abriu...
Ovo gorado!

Que o tempo não chocou,
Rebelde de causas outras,
que não as suas.

Ele só queria ser criança,
brincar de bola
e voar com as borboletas Azuis!!

Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário