segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

"UM TREM CHAMADO SAUDADE"



"UM TREM CHAMADO SAUDADE"

Ele passava todo dia!
sempre na hora marcada,
atras ia eu e a molecada,
ate parar na estação.

descia gente,coisas e tudo...

Subia gente,coisas e tudo mais,
sonhos de ir,desejos do mundo,
levavam a alma dos que ficavam,
como eu e a molecada.

Até que um dia,ele foi de vez...

Não mais chegou na hora marcada,
acabou,saudade marcada ficou,
não corria mais atras,nem eu
nem a molecada.

Ficaram os trilhos,indicando o caminho.

Caminhos que levaram os sonhos,
gente,coisas e tudo,desejos do mundo.
Hoje só lembrança do trem,desses dias...

Pra matar a saudade,Poesia!

Na hora marcada,
embarquei "eu"
e a molecada!



Reginaldo

(Inspirado numa foto de Joaquim Santana De Almeida,carinhosamente conhecido por Quim,Pai de Cássia Almeida)

Nenhum comentário:

Postar um comentário