sábado, 4 de janeiro de 2014

"ILUSÕES"



Abelhas ,dálias e borboletas, 

cravos ,margaridas e violetas,
joaninhas,besouros e passarinhos,
crisântemos,capitães e jasmins...

Cores ,vidas e cheiros de jardim.

Visões e desejos
de uma alma da terra nua,
pisando a poeira,
andando as margens
de caminhos sem verde,
sem viço,
sem nada de esperança.

Despejo dos olhos,
vermelho de poeira
lagrimas de utopia,
choro em poesia.

Cada lagrima uma semente,
cada semente uma planta,
cada planta uma vida,
cada vida uma sombra,
cada sombra um sonho,
cada sonho uma certeza,
cada certeza uma esperança.

Ter esperança em novo semear,
de colher quem passar,
nos caminhos que chorei,
flores de "mim",
arvores de "eu"
sombras do que "sou".

Pedaços de campo verde,
em meio ao marrom eterno,
ao deserto de uma alma,
que insiste em viver
lá atrás...
Além do jardim.



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário