segunda-feira, 22 de abril de 2013

"INSANO"




Quis matar as palavras,
estas que me desnudam.

Estas que no meu silencio,
escancaram a alma.

Quis não escrever,
nem dizer,fui patético!

Insano ,desejei cometer
suicídio poético.

Reginaldo

Um comentário:

  1. E o que a gente não quer é o que mais deseja. Conflito de todo poeta.

    Abraços, Reginaldo.

    ResponderExcluir