quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

"TRAQUINAGEM"



Beijo roubado sob o guarda sol,
testemunha o anjo da guarda,
no banquinho da praça.

Ela surpresa e sem graça,
rubra a pele de seda,
ao toque inocente dos lábios meus!

Foi o roubo do século,
o crime perfeito,
jamais descoberto!

Não fosse o tempo gravado em negativo,
memória em preto e branco,
deste descolorido...Ido!

Era amor o que sentia,
ao vela passar dos braços da nogueira,
tocaiando teus passos.

Um dia desci e ataquei,
não resisti teu encanto,
um beijo mais doce que lua...De mel!

Morri em teus braços,
criança,adulto e velho,
na ingenuidade do primeiro beijo!

Ela refeita do susto,
me ofertou teus braços acalanto,
acarinhando meu rosto suavemente!

Eu ,a praça e Ela,
meu anjo sentinela e o dela,
eu Beija Flor...E a Flor mais Bela.



Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário