sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

"SEGREDOS"



Um Palhaço...

Que traz no rosto pintado um sorriso largo,
esconde a obscenidade do belo,
na expressão do nada ser,
além de uma farsa!

Todo ser por traz do palhaço é triste!
Ressurge das cinzas,
das tuas profundezas à superfície,faz-se ver,
verter o sangue liquido em seiva,
no sorriso coletivo,ocultando seus tormentos!

No centro do picadeiro,
tem admiração do escuro,
da mascara das palavras,
da inocência das crianças...

Este palhaço sem graça incompleto,
Que um dia chamarão de poeta!
Um fingidor todo Poeta é,
o palhaço é a dor que não consegue fingir!

Depois recolhido ao teu silêncio,
introspectivo e calado,
chora diante do espelho,
quando os olhos revelam sua verdade,
ainda ouvindo o eco das palmas,
efêmeras como o sorriso pintado!


Reginaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário