quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

"ROTA DOS SONHOS AZUIS"

Pó e mar,vento e calmaria,
os passos
seguiriam o voo dos pássaros.

Pó da terra nos olhos dela,
chorariam o mar de saudade,
do chão distante dos pés.

Do verde do pomar,
das frutas,da paz
molhada de azul.

Barco de estrelas,
espelho d`água,
eu a deriva.

Amar,
ha mar em cada olhar...
Um poema.

Ela se veste de lua,
pra não me deixar sozinho,
na solidão dos meus versos.

Viaja no vento,
carinho,acalento,
um beijo no rosto,a paz embala meu sonho.

Adormeço...!


Reginaldo

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário