"o salto no vazio"

dessa pressa absurda
quero um dia me despir 
derramar todo veneno
antes do adeus e partir.

vou virar aquela nuvem
depois de me jogar
flutuar lá no azul
daquele céu a convidar

saltar pra libertar, 
encorajar...
a alma aprisionada
louca pra amar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tributo a meu berço

"Flor Bebê"

Obra inacabada