terça-feira, 26 de março de 2013


            

LAMENTO


Dia triste chorão
talvez por ter velado
antes de clarear,
a escuridão
água cai sem cessar
o sol?
Foi chorar noutro canto,
pra não mostrar o seu pranto
se ocultou atrás do mundo
ou de qualquer outro manto.
a terra também chora,
mais de dentro pra fora
externa como vômito,
o excesso que te assola.
e o povo?
Esse é comovente
sofre sempre o risco iminente
de cima, de baixo e de frente
com tanto choro, enchente.
pobre da gente.
o tempo não é consciente,
não avisa... Infelizmente!
O choro escorre,
segue em corrente,
a procura de um delta.
no seu caminho vai levando 
sonhos, espalhando pesadelo
vão levando vida, ceifando outras,
deixando marcas profundas
no rosto do povo...
que não chora...
lamenta!

Reginaldo

Um comentário: